Bicicletários

 

A inclusão definitiva do ciclista na paisagem urbana significa a melhoria das condições de vida de todos os habitantes. Muitas cidades têm investido na construção de infraestrutura adequada para locomoção e estacionamento de bicicletas, garantindo aos cidadãos o direito e a opção de usar a bicicleta com segurança seus deslocamentos.

Enquanto ciclovias, ciclofaixas e sinalização de trânsito compartilhado ajudam a garantir a segurança do ciclista em movimento, bicicletários adequados estimulam o uso da bicicleta ao proporcionar tranquilidade e conforto para os cidadãos que utilizam este meio de transporte.

Receber bem o ciclista é uma das melhores maneiras de promover a redução do congestionamento e da poluição, entrando em sintonia com os novos paradigmas de sustentabilidade do século XXI.

O que é um bicicletário adequado?

- Um bicicletário adequado é um local de estacionamento exclusivo de bicicletas, que oferece segurança e conforto ao ciclista.

- O bicicletário deve ser instalado em um local visível e acessível, de preferência na entrada do estabelecimento ou em outro local que possua trânsito de pessoas, pois isso aumenta a segurança contra furtos.

- Ainda que pareça redundante, um bicicletário deve ser um local exclusivo para o estacionamento de bicicletas, tendo sinalização indicativa de sua finalidade. Compartilhar o espaço com motos ou outros veículos é uma prática que não ajuda a valorizar a bicicleta como meio de transporte.

Suportes adequados:

- Os bicicletários devem ter espaço suficiente para permitir o estacionamento e manobra de bicicletas. A distância lateral entre os suportes (paraciclos) deve ser de, pelo menos, 75 cm, de forma a evitar choques entre as bicicletas, engate de cabos e outros danos. Deve-se considerar também o espaço necessário para a entrada e saída de bicicletas, bem como uma área razoável para que o ciclista consiga acessar sua tranca ou cadeado.

- Os suportes adequados devem permitir que o ciclista encoste e prenda a bicicleta pelo quadro. Os modelos mais indicados são em formato de “U invertido” ou “R”.

- Suportes que prendem apenas a roda não são indicados, pois não permitem o estacionamento de todos os modelos e tamanhos de bicicleta, obrigam o ciclista a utilizar correntes maiores e ainda podem danificar a roda.

- Os modelos “açougue” (ganchos na parede ou no teto) também devem ser evitados, pois nem todas as pessoas são dotadas de força suficiente para erguer a bicicleta. Tais estruturas são aceitáveis para lugares onde as bicicletas permanecerão por longo período e onde houver o auxílio de funcionário

Mobiliário urbano:

- Bicicletários instalados como peças de mobiliário urbano (em calçadas ou fachadas) devem respeitar a legislação urbana e não podem atrapalhar a circulação de pedestres.

O que o cidadão pode fazer para estimular a instalação de bicicletários em São Paulo?

A cidade de São Paulo possui quatro leis que falam sobre bicicletários, mas nenhuma foi regulamentada: lei 14.266, lei 13.995, lei 15.200 e lei 15.649.

O cidadão pode pressionar o poder público para que estas leis sejam regulamentadas e aplicadas, entrando em contato com seus representantes no poder público (vereadores, administrações regionais ou órgãos do poder executivo).

Além disso, é possível entrar em contato diretamente com o estabelecimento em questão, fornecendo informações sobre a importância de receber bem o ciclista.

Confira aqui um modelo de carta de solicitação [BREVE], que você pode imprimir e entregar na padaria da esquina, na empresa onde trabalha ou nos estabelecimentos que frequenta. Procure o dono ou o responsável pelo estabelecimento e exponha as vantagens de receber bem o ciclista.

Onde estão os bicicletários na cidade de São Paulo?

Existe um mapa colaborativo feito pelos ciclistas que indica estabelecimentos e locais que possuem bicicletários ou paraciclos: www.tinyurl.com/bicicletarios

Desejo instalar um bicicletário no meu estabelecimento, como devo proceder?

A Associação Transporte Ativo possui uma excelente cartilha com detalhes técnicos para a instalação de um bicicletário adequado.

Consulte outras recomendações no site da Viaciclo e também na Bicicloteca da Transporte Ativo.