Relatório de Contagem de Ciclistas - Inajar de Souza 2015

InajarDeSouza2015 Capa

Inajar de Souza
Quarta-feira, 16 de setembro de 2015
Das 6h às 20h

Clique para baixar o Relatório de Contagem em PDF.
Clique para baixar a Planilha com os Dados Brutos em XLSX.

 

INTRODUÇÃO

A Av. Inajar de Souza possui a característica de dividir alguns bairros da Zona Norte, desde a Marginal Tietê até a Serra da Cantareira, sendo, por isso, usada por um grande número de pessoas para fazer seus deslocamentos diários em todos os modais. A região é rota de moradores que vêm dos bairros Vila Brasilândia, Jd. Peri, Vila Rica, Damasceno e Vila Souza, sendo o único caminho para chegar à região central ou a bairros como Casa Verde, Imirim, Limão, Santana e Mandaqui, onde se encontram o maior número de empregos e comércios.

Esta é a terceira contagem realizada nesta via. As duas anteriores, de 2013 e 2014, foram realizadas na altura do número 2.725, onde existe um canteiro central compartilhado. Este canteiro não é uma ciclovia sinalizada, mas pode ser considerado um ambiente seguro por estar protegido do tráfego de veículos motorizados, sendo muito usado por pedestres, pessoas fazendo exercício, moradores em busca de uma área de descanso e ciclistas.

Para este levantamento, decidimos afastar o ponto de contagem cerca de 2km do ponto onde começa o canteiro central - é por este motivo que os dados relacionados a 2013 e 2014 não são comparáveis a estes, de 2015.

Tal mudança começa a evidenciar os deslocamentos de ciclistas da Vila Brasilândia para o Jd. Peri e vice-versa, ou seja, deslocamentos entre os bairros e não em direção ao centro. Ao todo, correspondem a 10% do fluxo total de ciclistas. Isso reforça que, além da necessidade de implantar um ciclovia na própria extensão da Av. Inajar de Souza, há a necessidade de ciclovias locais, nas avenidas Koshun Takara e Afonso Lopes Vieira.

Há que se notar que as contagens feitas na Av. Inajar de Souza, sejam elas as de 2013, 2014 ou 2015 sempre registram números de ciclistas dentre os maiores dos pontos onde fazemos os levantamentos. Em 2015, o fluxo de pessoas em bicicleta foi de 1.350, ficando atrás apenas das avenidas Faria Lima (1.941) e Paulista (2.112).

InajarDeSouza2015 Genero FaixaEtaria Foto2

 

Um dado que nos surpreendeu bastante é o extraordinário número de ciclistas jovens e crianças no horário de maior calor, registrando picos nos turnos das 14h-16h e 18h-20h. Como as escolas da região não têm qualquer incentivo ao uso da bicicleta, acreditamos que os adolescentes, em sua a maioria, entraram na “avenidona hostil” para se divertir.

Se for verdade, isso nos leva a outro questionamento, sobre os espaços de lazer na região. É por esses motivos que insistimos que as ciclovias em São Paulo começam a trazer para os moradores e usuários da bicicleta uma nova concepção de cidadania, que vai além do mero deslocamento diário das pessoas. Na periferia, as ciclovias não são apenas um símbolo ou um estilo de vida. Elas são uma revolução social ampliando a cidadania!

A contagem de ciclistas na Av. Inajar de Souza, realizada em parceria com o CicloZN, utilizou o método que foi desenvolvido pela Associação Transporte Ativo, do Rio de Janeiro. Trata-se de uma planilha com um desenho esquemático do ponto de contagem, com espaços a serem preenchidos com a origem e o destino do ciclista, além de informações complementares, como acessórios, faixa etária, gênero, tipo de bicicleta etc.

 

LOCAL DA CONTAGEM

Avenida Av. Inajar de Souza, altura do numero 5.550.

InajarDeSouza2015 Mapa1

InajarDeSouza2015 Mapa2

 

RESULTADOS

NÚMERO TOTAL DE CICLISTAS: 1.350
Média de ciclistas por hora: 96,43
Média de ciclistas por minuto: 1,61

Número de ciclistas que passaram pelo cruzamento no período de 14 horas

InajarDeSouza2015 FluxoCiclistasPorHora

InajarDeSouza2015 FluxoCiclistasPorTurno

Horários mais intensos de fluxo de ciclistas:
Período da manhã: de 8h às 10h, totalizando 131 ciclistas
Período da noite: de 16h às 18h e 18h às 20h, totalizando 122 ciclistas cada

 

GRÁFICOS - ORIGENS E DESTINOS

InajarDeSouza2015 FolhaContagemResultado

Ilustração com o total de origens e destinos dos ciclistas.

 

InajarDeSouza2015 OrigemDestino

 

GRÁFICOS - GÊNERO E FAIXA ETÁRIA

InajarDeSouza2015 Genero FaixaEtaria

InajarDeSouza2015 Genero FaixaEtaria Foto1

Um cenário infelizmente comum em contagens onde não há infra-estrutura cicloviária é o baixo número de mulheres em bicicleta. A Inajar registra apenas 3% de mulheres ciclistas, uma proporção similar ao Largo do Socorro (3%) e a Heliópolis (2%).

InajarDeSouza2015 Genero FaixaEtaria Foto3

Surpreendente, no entanto, foi a quantidade de ciclistas não adultos que se fizeram presentes. Ao todo, 108 crianças ou adolescentes passaram entre as 6h e 20h, um número que coloca a Inajar de Souza, de longe, como o ponto de contagem com o maior número de ciclistas nesta faixa etária em números brutos. Os pontos que mais se aproximam dessa marca são Heliópolis e Av. Eliseu de Almeida, ambos com apenas 39.

Em termos proporcionais, a Inajar registra 8% de crianças ou adolescentes em bicicletas, enquanto Heliópolis apresenta 7% e a Eliseu apenas 3%.

 

GRÁFICOS - TIPOS DE BICICLETA

InajarDeSouza2015 TiposDeBicicleta

InajarDeSouza2015 TiposDeBicicleta Foto1

Com relação aos tipos, vemos que o perfil de quem anda de bicicleta na região é o de quem tem o seu próprio veículo, mesmo porque não há serviços de bicicletas compartilhadas. O local também pouco aproveitado pelo comércio (registramos apenas 19 bicicletas cargueiras) e a via muito pouco compartilhada com outros modais (registramos apenas 6 skates).

 

GRÁFICOS - MODO DE DESLOCAMENTO

InajarDeSouza2015 ModoDeDeslocamento

InajarDeSouza2015 ModoDeDeslocamento Foto2

InajarDeSouza2015 ModoDeDeslocamento Foto1

Ao compartilhar a via com veículos motorizados, muitas vezes os ciclistas andam espremidos. Quando optam por usar a calçada ou a contramão para fazer seu deslocamento, vemos que a porporção da última é bem maior do que a primeira.

 

GRÁFICOS - DADOS COMPLEMENTARES

InajarDeSouza2015 DadosComplementares

InajarDeSouza2015 DadosComplementares Foto1

 

Realização
CICLOCIDADE - Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo
www.ciclocidade.org.br
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Coordenadora geral: Tais Balieiro
Coordenadores locais: Roberson Miguel e Cauê Rangel

Colaboradores voluntários:
Roberson Miguel
Cauê Rangel
Carlos Vitor
Leandro Beraldo
Patricio Elias
Paulo Henrique

Esta contagem foi feita de acordo com metodologia desenvolvida pela
Associação Transporte Ativo
www.ta.org.br

Logo TransporteAtivo

 

InajarDeSouza2015 Equipe