Na última sexta-feira, 3 de fevereiro, a Ciclocidade recebeu o registro de seu centésimo associado.

Estamos compartilhando essa informação não apenas para que a comemoração seja conjunta, como nossas ações em benefício da cidade, mas também porque nesse número não vemos apenas algarismos. Nele, vemos vontades.

Vontades daqueles que, desde novembro de 2009, acreditam no projeto de uma Associação dos Ciclistas Urbanos de São Paulo e também de quem, desde agosto de 2011, contribui para a que a entidade continue existindo.

Vontades que se mantêm mesmo diante da dificuldade de construir uma entidade que atenda aos anseios e expectativas de um contingente cada vez maior e mais atuante de ciclistas em São Paulo, mas segue em busca de mecanismos efetivos e transparentes de participação, comunicação e ação.

Vontades de pessoas que acreditam que não existem soluções individuais para problemas coletivos e que também não existem formas simples de resolver problemas complexos. Pessoas que se veem, cada dia mais, como parte integrada da paisagem urbana e buscam, juntas, uma cidade mais viva, mais alegre, mais amiga e mais humana – como é a bicicleta.

Obrigada aos nossos associados e às pessoas e entidades que colaboraram para que hoje chegássemos aqui. A Ciclocidade agradece. A cidade agradece.