Ciclodebate #6 - "Políticas públicas para além dos quatro anos de mandato"

 

 

Na próxima terça-feira (30/10), acontece a sexta edição do projeto Ciclodebates, discutindo “Políticas públicas para além dos quatro anos de mandato”. O evento acontece a partir das 19h30, no auditório da Ação Educativa e tem o apoio do Instituto CicloBR.

 

Para discutir o tema, convidamos Arturo Alcorta (educador e especialista em mobilidade por bicicletas), Henrique Boney (fotógrafo e assessor parlamentar na Câmara Municipal) e Laura Ceneviva (arquiteta e ex-coordenadora do Grupo Pŕo-Ciclista da Prefeitura), especialistas em bicicletas e administração pública.

 

Políticas públicas para além dos quatro anos de mandato

 

A partir de janeiro de 2013 teremos um novo prefeito e novos vereadores na cidade, responsáveis pela construção de políticas públicas que garantam condições de vida dignas aos cidadãos e transformem a cidade para melhor.

 

No primeiro ano de mandato, a administração municipal terá à disposição um orçamento de R$ 42 bilhões e a responsabilidade de construir um novo Plano Diretor para a cidade. A demanda social pela mobilidade por bicicletas vem crescendo a cada ano, mas as sucessivas gestões municipais ainda têm dificuldade em construir políticas duradouras e integradas.

 

Como avançar de maneira consistente nas ações em favor da mobilidade urbana? Como pensar e aplicar políticas públicas que sobrevivam ao período de quatro anos de mandato? Quais são os avanços institucionais capazes de garantir a permanência das ações em favor da bicicleta? Como garantir a participação social e evitar a fragmentação dos projetos e responsabilidades dentro da administração municipal?

 

Participe do próximo Ciclodebate e ajude a encontrar as respostas para essas questões.

 

SOBRE OS DEBATEDORES:

Arturo Alcorta - Brasileiro, paulistano, metropolitano, cidadão do mundo; artista plástico e educador. Usuário da bicicleta como modo de transporte há mais de 40 anos, foi colunista de “O Estado de São Paulo” e diversas revistas; “Bike Repórter Rádio Eldorado FM”. Estudioso sobre a bicicleta e a vida do ciclista, e principalmente a relação destes com a cidade. Trabalhou em praticamente todos os temas relativos à bicicleta e sua relação com o ciclista, da indústria a questão pública. Responsável pelo Projeto de Viabilização de Bicicletas como Modo de Transporte, Esporte e Turismo, Casa Madre Teodora, 1982, que gera frutos até hoje, sendo o principal a desmistificação da ciclovia como única solução para a segurança do ciclista. Um dos responsáveis pelo site Escola de Bicicleta.

 

Henrique Boney - analista de sistemas, fotógrafo e ativista na utilização da bicicleta como veículo. De 2005 a 2008 organizava saídas de grupos de cicloturismo partindo de São Paulo para Santos, Caraguatatuba, Bertioga, Atibaia, Campinas e Joanópolis. Em 2008 organizou o “Simpósio Bicicleta + São Paulo” para avaliar o primeiro ano da lei das Ciclovias. Foi um dos fundadores do Instituto CicloBr em 2009 e trabalhou no projeto Calendário com ciclistas “Como Nús Sentimos” em 2010. Uma das áreas de maior atuação é na criação e análise de pesquisas que envolvem a bicicleta, consultando o orçamento público, projetos executivos, planos de bairros e editais de obras e serviços de engenharia para analisar dados e informações que envolvem o tema no contexto da cidade. Uma de suas pesquisas mais conhecidas foi o mapeamento dos 367 km de ciclovias, incluídos nos Planos Regionais Estratégicos em 2004 para serem executados até 2012 e o ranking de adensamento de viagens de bicicleta por distrito. No momento se dedica a mapear os Polos Geradores de Viagens de Bicicletas de Carga no Distrito da República. Atualmente é assessor parlamentar na Câmara Municipal de São Paulo, desenvolve e acompanha projetos legislativos e executivos de mobilidade urbana que envolvem a bicicleta. É responsável pelo atendimento a órgãos públicos, ONG’s, empresas e imprensa para ajudar a promover e desenvolver políticas públicas para a bicicleta. Entre os projetos e leis que participou estão: O que cria o treinamento bienal de motoristas de transporte coletivo; Institui 10 % do Fundo Municipal de Trânsito para o sistema cicloviário; Insere melhorias na lei 14.266, que cria o sistema cicloviário; Obriga a cobertura de seguro para bicicletas em estacionamentos; Que cria a rota cicloturística Márcia Prado.

 

Laura Ceneviva - Arquiteta, mestre em Estruturas Ambientais Urbanas pela FAU-USP e especializada em Planejamento Regional e Urbano pela Technische Universität de Berlin/Alemanha. Foi coordenadora do Pró-Ciclista, o Grupo Executivo da Prefeitura de São Paulo para Melhoramentos Cicloviários, desde sua criação até 2009, quando a coordenação foi transferida para a Secretaria Municipal de Transportes, tendo sido também coordenadora do GT-Bicicleta, que propôs ao então Prefeito José Serra a adoção da política de fomento ao uso da bicicleta como meio de transporte. Foi coordenadora do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - CADES, tendo sido também responsável pela estruturação e operacionalização inicial do Fundo Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável - FEMA.  Além das atividades no setor de meio ambiente, que incluíram a gestão de recursos hídricos e a definição de indicadores ambientais para São Paulo, trabalhou com gestão da informação e patrimônio histórico, com relações internacionais no Gabinete do Prefeito e com parcelamento do solo e loteamentos irregulares e clandestinos. Participou da elaboração do 1º Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa do Município, e acompanha a elaboração do 2º Inventário, em andamento.

 

SERVIÇO:

Data: terça-feira (30/10)

Horário: das 19h30 às 22h

Local: Auditório da Ação Educativa (rua General Jardim, 660 - Vl. Buarque)

Bicicletário no local (leve a sua tranca)

Entrada franca, sujeita à lotação do auditório (100 lugares)

Transmissão ao vivo pela internet em http://www.ciclocidade.org.br/ao-vivo