Pesquisa Ciclocidade/Transporte Ativo para conhecer o perfil de quem usa a bicicleta como meio de transporte começa a ser aplicada hoje

20150730 Chamada Pesquisa Ciclocidade TA

A meta é lançar os resultados relativos a São Paulo já em setembro, durante a Semana da Mobilidade

A Ciclocidade começa nesta segunda-feira (10/8) a aplicação de uma pesquisa inédita para mapear o perfil de quem usa a bicicleta como meio de transporte na cidade de São Paulo.

Ao todo, serão 1.784 questionários aplicados por 9 pesquisadores nas áreas centrais, intermediárias e periféricas da cidade, em pontos que já possuem infraestrutura cicloviária, pontos que ainda não possuem e os chamados “pontos de intermodalidade”, nos quais a bicicleta se relaciona com outros modais de transporte, notadamente públicos.

O objetivo é levantar informações como idade, renda, motivação para usar a bicicleta, o tempo e a distância média do trajeto feito em bicicleta, para onde é esse trajeto, se ela é combinada com outros meios de transporte e assim por diante.

A pesquisa faz parte da Parceria Nacional pela Mobilidade por Bicicleta, da ONG Transporte Ativo, do Rio de Janeiro, e será aplicada em 10 cidades do Brasil. Em São Paulo, a Ciclocidade é quem faz a coordenação.

Para tentar detalhar melhor algumas questões específicas da capital, inserimos quatro perguntas extras - três referentes aos trajetos feitos e às ciclovias, quando existentes, e uma refente aos quilômetros percorridos pela pessoa em seu principal deslocamento no dia.

Os pesquisadores de São Paulo foram escolhidos por meio de uma chamada aberta, realizada no dia 30/7. Para as nove vagas disponíveis, tivemos mais de 120 inscrições no intervalo de apenas um dia. O principal critério de seleção era que os inscritos deveriam morar em diferentes áreas da cidade, além de pedalar e conhecer bem a sua região, para que pudessem aplicar os questionários.

A pesquisa será feita sempre em dias úteis, começando hoje e sendo finalizada na segunda e terça-feiras da semana que vem (dias 17 e 18/8). A meta é lançar os resultados relativos a São Paulo já em setembro, durante a Semana da Mobilidade.