Propostas de conexões cicloviárias para a nova ciclovia "Ceagesp-Parque Ibirapuera" são aprovadas e viram projeto na Operação Urbana Faria Lima

 20161021 CicloviaCeagesp Ibirapuera2

 

Detalhamento do projeto, feito a partir de proposta da Ciclocidade e GT de Mobilidade do CADES, deverá ser analisado e deliberado em dezembro

Em 2016, quase 1 milhão de viagens por bicicletas terão sido feitas em apenas um dos trechos por onde passa a nova ciclovia "Ceagesp-Parque Ibirapuera", segundo estimativa baseada em dados da Prefeitura de São Paulo e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET).

Como o potencial é que tal uso aumente e como existem outros eixos cicloviários no entorno, a Ciclocidade e o GT de Mobilidade do Conselho Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CADES) Pinheiros apresentaram no último dia 13/9, durante a reunião trimestral do Grupo de Gestão da Operação Urbana Consorciada Faria Lima, uma solicitação para que importantes conexões cicloviárias sejam realizadas na nova ciclovia.

Dentre as propostas, estão:

  • a conexão com a avenida Jaguaré por meio de uma nova ciclovia sobre a Ponte Jaguaré;
  • a conexão com as ciclovias da Universidade de São Paulo por meio de uma nova infraestrutura cicloviária sobre a Ponte Cidade Universitária e via a ciclopassarela ao lado da Ponte Bernardo Golfard, que já foi discutida e planejada;
  • a conexão a ciclovia da avenida Eliseu de Almeida por meio das obras mencionadas acima e de novas infraestruturas cicloviárias nas ruas Butantã e Alvarenga;
  • conexões até as estações Butantã (Metrô/Ônibus) e Pinheiros (Metrô/CPTM/Ônibus) por meio de novas infraestruturas cicloviárias que cheguem nestes locais e também permitam pedalar no seu entorno;
  • melhorias na iluminação, arborização e sinalização ao longo desta ciclovia.

O pedido foi aprovado por unanimidade pelo grupo gestor e as solicitações seguiram para detalhamento de projeto e análise. Diversos conselheiros elogiaram os pedidos e a sua fundamentação, bem como a atuação destas duas entidades neste grupo gestor e em outros fóruns.

O mapa com as propostas pode ser visto na imagem acima e o documento completo pode ser visto neste link. O detalhamento do projeto deverá ser analisado e deliberado na próxima reunião do Grupo de Gestão da Operação Urbana Consorciada Faria Lima, em dezembro.

Na mesma reunião, o GT de Mobilidade do CADES entregou um Plano Conceitual de Corredores Verdes para a Operação Urbana Faria Lima. As propostas do plano também podem ser vistas no link para o documento completo. O plano de corredores verdes contou com o apoio da Ciclocidade e de mais outras 20 entidades.

Tais avanços representam grandes conquistas para a conectividade da rede cicloviária e para a saúde da população. O financiamento está disponível via a Operação Urbana, que tem como um dos objetivos promover melhorias estruturais, sociais e ambientais.

 

20161021 CicloviaCeagesp Ibirapuera