Nota de repúdio ao secretário municipal de cultura, André Sturm

14344932 10153670693477130 4593001049336147919 n
 
Em conversa com representantes do Movimento Cultural Ermelino Matarazzo, que está instalado em um prédio público abandonado durantes anos, o cineasta e atual secretário de cultura de São Paulo André Sturm ameaçou Gustavo Soares, um dos participantes da reunião. Após se desentender com Gustavo em relação à continuidade do uso do prédio como equipamento cultural, regularizado durante a gestão anterior, Sturm disse "eu vou quebrar sua cara", chamou-os de “invasores” e deu ordens à sua assessoria para fechar o prédio.
 
A Ciclocidade vem a público apoiar e defender o movimento cultural de Ermelino e todos os movimentos culturais, especialmente os da periferia, que têm sofrido perseguições, cortes de verba e têm sido criminalizados pela gestão Doria.
 
Em Ermelino somos parceiros do movimento cultural, juntamente com o coletivo Bike Zona Leste, e nutrimos profundo respeito e admiração pelo trabalho desenvolvido no local.
 
O destempero e desinteresse no trato com a sociedade civil e na participação social têm sido uma marca recorrente da gestão João Doria na prefeitura de São Paulo. Mais cedo este ano, o secretário de gestão, Paulo Uebel, declarou que não queria grupos organizados nas audiências públicas do Programa de Metas. A Câmara Temática de Bicicleta tem sido desrespeitada e não há escuta ativa por parte da Secretaria de Mobilidade e Transportes. Ainda, recentemente, o próprio prefeito João Dória jogou no chão as flores que recebeu de uma ciclista em memória às pessoas mortas no trânsito.
 
Acreditamos que a verdadeira democracia está no fortalecimento da participação social, por meio de conselhos, consultas populares, referendos, audiências públicas e outros instrumentos que nos conduzam a uma democracia cada dia mais participativa e direta.
 
A postura do secretário André Sturm fere o que foi estabelecido pela Constituição Federal, que versa sobre a obrigatoriedade da administração pública em  obedecer aos princípios da legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência. A Ciclocidade considera o caso de grande gravidade e solicita que sejam tomadas providências.

(Fotografia tirada no Encontro Mês da Mobilidade em Ermelino Matarazzo, Setembro de 2016)

Entenda o ocorrido:

G1: Secretário de Doria ameaça agente cultural em reunião: 'Vou quebrar sua cara'  (link)

Folha de S.Paulo: Manifestantes ocupam Secretaria da Cultura e pedem renúncia de Sturm (link)