O planejamento da Ciclocidade para 2016

PlanejamentoCiclocidade2016

 

Na 1ª Reunião Geral de Planejamento, ao final de janeiro, dividimos participantes em grupos para comentar e sugerir alterações na proposta do cronograma previsto para 2016, resumido na imagem acima.

Teremos grandes temas a trabalhar ao longo do ano, em especial o Bicicultura, na virada de maio para junho, e as eleições municipais, que ocorrem junto ao mês da mobilidade. Entretanto, há assuntos não menos importantes, como a manutenção da campanha Bicicleta faz bem ao Comércio; mais uma edição das Formações em Ciclomobilidade; as eleições internas da Ciclocidade; começar uma campanha sobre o Vision Zero; fazer novas contagens de ciclistas; e publicar uma pesquisa inédita.

No último sábado (13/2), fizemos uma 2ª Reunião e analisamos as sugestões da primeira. Tentamos tratar sobre boa parte dos temas, exceto o Bicicultura, cuja articulação e organização segue em ritmo acelerado e em paralelo. Segue abaixo o que ficou decidido, sendo que “GTs” são os Grupos de Trabalho.

Campanha Bicicleta faz bem ao Comércio
Há o diagnóstico de que a campanha precisa de mais fôlego. Por isso, devemos focar a coordenação do GT Comércio, responsável pela ação, em fechar as parcerias com outras associações, como Sebrae, Associação Comercial e Associação de Bares e Retaurantes. Isso permitiria dar maior vazão à distribuição do Manual Bicicleta e Comércio e dos adesivos Bicicleta Bem-Vinda.

É preciso, também, empoderar iniciativas individuais de pessoas que querem pegar um pequeno lote de manuais e adesivos e distribuir nos comércios onde são clientes. Como existe a possibilidade de fazer novos vídeos para a campanha, três deles poderiam ser um de um comércio adaptado para ciclistas fora do centro expandido, um com depoimentos conjuntos de grandes parceiros, e um tutorial sobre como distribuir os manuais/adesivos individualmente.

A campanha também entrará em nova fase em breve com o lançamento da nova versão da plataforma Bike IT, de avaliação de comércios amigos da bicicleta, algo que ajudamos a fazer em janeiro. O Bike IT permitirá a criação de um selo anual, dado aos estabelecimentos que mais se destacarem ao longo do ano.

Tratamento de dados sobre Ciclomobilidade
Neste primeiro semestre, faremos uma reordenação geral na seção do nosso site voltada para pesquisas e dados sobre ciclomobilidade. Esta tarefa deve acontecer no primeiro semestre, e a ideia é criar uma grande página que sirva de referência para consultas gerais (jornalistas, pesquisadores, estudantes etc).

Há a ideia também de entrar em contato com grupos de raspagem de dados e de visualização de informações (data vizualization) para gerar gráficos referentes aos pontos mais importantes.

Vision Zero
Apesar de constituir um GT em 2015, não conseguimos avançar tanto em pautar a temática de ‘zero mortes no trânsito’ quanto gostaríamos. Entretanto, este e um assunto que une ciclistas, pedestres e quem mais luta por cidades mais humanas e é estratégico de ser trabalhado com afinco este ano, pois pode ser um dos grandes temas da eleição.

Temos de dar status de GT grande no site, ampliar e chamar mais gente para participar. O tema será uma das palestras magnas ou um dos grandes paineis do Bicicultura, evento que usaremos para dar visibilidade à discussão.

Mini edital para iniciativas locais
A proposta de abrir um mini edital para ajudar iniciativas locais financeiramente foi amplamente discutida. Genericamente, o edital deve ser aberto o suficiente para abrigar várias ideias, mas seguir algumas diretrizes básicas que são os temas trabalhados pela Ciclocidade. Os projetos inscritos também devem ter prazos claros de execução.

Ficamos de montar uma comissão para pensar nas regras, o que será uma tarefa do GT Articulação Local.

GT Eleições Municipais
O GT Eleições Municipais será aberto este ano muito em breve, para pensarmos estratégias de incidência ao longo da campanha, pautar as candidaturas em torno do tema da mobilidade ativa. Temos também de estabelecer uma boa comissão de comunicação, para que tod@s saibam o que está acontecendo. Um dos grandes motes será “Nenhum quilômetro de ciclovia a menos”.

Pesquisa inédita a ser lançada em 2016
No ano passado, o GT Gênero elaborou uma pesquisa para entender melhor o grupo de mulheres que pedala como meio de transporte. Aproveitaremos que o trabalho já está semi pronto e a pesquisa relacionada a Gênero foi escolhida para ser o grande levantamento inédito a ser lançado este ano, já durante o Bicicultura (fim de maio).

Outra possibilidade seria fazer uma pesquisa com algum tema relacionado ao Vision Zero, mas chegamos à conclusão de que esta pode ser uma grande campanha de comunicação, que tenha como base dados já existentes.

Mão na Roda
A oficina comunitária Mão na Roda (MnR) está passando por um processo interno de discussão sobre a identidade da oficina e sobre a questão da ajuda de custo para quem abre a oficina. Ao mesmo tempo, ela se abre para novos públicos de mulheres cis e pessoas trans ou inter gênero, com a chegada do coletivo Parafuseta Coletiva, que abre uma vez por mês no espaço da MnR do Centro Cultural São Paulo.

Precisamos melhorar a comunicação da oficina e ligá-la mais com a da Ciclocidade, pois muitas vezes quem frequenta o espaço não sabe que a MnR faz parte da associação.

Eleições internas da Ciclocidade
Ficamos de chamar uma reunião extraordinária em breve, de pauta única, para discutir este tema. Existe a proposta também da criação de um Conselho interno da Ciclocidade, algo que também será discutido nesta reunião.

Grupos de Trabalho 2016
Em breve, definiremos quais os GTs que continuam operacionais em 2016 e abriremos um novo chamado de participação voluntária. Fique atent@!