Ata - Reunião da Ciclocidade com ciclistas da Zona Leste / Agosto de 2016

CartaoZonaLeste

 

Presentes: Marcia Fernog (Carrão), Fernando Neri (Artur Alvim), Felipe Claros (S. Mateus), Magrão (Itaquera), Leo (Analia Franco), João Bosco (Cid. Tiradentes) e Gabriel / Flavio/Violeta/Rene diretoria da Ciclocidade.

O encontro tinha como finalidade avaliar e pensar estratégias de articulação e ciclistas na leste, considerando que suas demandas sejam conhecidas e tenham impacto nas políticas cicloviárias.

Além disso a Ciclocidade apresentou: a) a ideia de realizar um Fórum Municipal da Bicicleta anual com etapas regionais que seriam organizadas por coletivos e ciclistas de cada região; b) a possibilidade de acesso a um fundo de fomento a iniciativas locais, de R$ 9mil (para toda cidade); c) a possibilidade de realizar um vídeo pela Plataforma da Mobilidade Ativa (acompanhamento das eleições municipais) falando da demanda por ligações entre centro e periferia, o qual focaria a ligação leste-centro; d) a ideia de uma atividade no mês da mobilidade na região leste junto ao coletivo Periferia Invisível para criar relações locais.

 

Reuniao BikeZL1 

Organização local
O grupo avalia que houve um avanço nos últimos anos da organização local. Há ciclistas organizados na região, sobretudo em torno do Bike ZL, mas bastante dispersos. Tamanho da região dificulta encontros. A leste tem muitos grupos de pedal (citados: Chave de Boca, Pedal Fumaça, Pedala Cohab II, Pedala Itaquera, Superação e Pedal Sem Freio), mas muitas pessoas não se mobilizam politicamente. Esforços de divulgação do Bike ZL foram positivos, mas há possibilidade de fazer mais nesse sentido. O grupo tem interesse de buscar mais as pessoas que pedalam para a articulação/ativismo da leste.

Encaminhamentos: fazer um cartão/panfleto divulgando o Bike ZL (Marcia fará versão); criar e-mail para centralizar comunicação (Felipe Claros); fazer mapeamento de iniciativas que reúnem ciclistas (incluindo grupos de passeio) para abrir canais de diálogo; ações de comunicação nas redes sociais, podendo fazer consultas e chamamentos a ciclistas da leste. Também foi discutida a possibilidade de ações e vias, abordando ciclistas e eventualmente oferecendo algo.

 

Demandas na região
Principal questão é a ligação com o centro. Na última reunião da Câmara Temática (diálogo com governo) foi dito que a atual gestão construirá uma alternativa de acesso, que é boa para apenas alguns fluxos, mas inviável para outros. Permanece como problema a travessia leste-centro para quem vem da Radial Leste, enquanto melhora para quem é da Mooca ou vem da Av. Abel Ferreira. O grupo avalia que essa continua sendo a demanda central. Um ponto crítico é a travessia do viaduto Pires do Rio, sobre a Salim Farah Maluf, fazendo a ligação do Tatuapé ao centro.

Também é demanda as ligações entre os bairros (que incorporam deslocamentos para atividades cotidianas), não apenas seguindo linha de trem e direção centro. Destaca-se a demanda por estrutura cicloviária na Av. Aguia de Haia, entre Av. São Miguel e Av. Imperador, que interligaria 4 ciclovias, além de terminais de ônibus e metrô. Além da estrutura cicloviária pode ser adotada a redução de velocidade e outras medidas de acalmamento. Há também regiões desassistidas, como Guaianases e Cidade Tiradentes.

A direção da Ciclocidade destacou a importância de amadurecer uma agenda prioritária de demandas de ciclistas da região, com 4 a 6 vias e uma ou duas medidas complementares. Ela será definida em conversas online e finalizada o mais breve possível.

Reuniao BikeZL3 

Contagem de ciclistas
Considerando um trecho em construção na Avenida São Miguel, ele foi mencionado como possível ponto de contagem. Além dele a ciclovia da Radial e a Av. Águia de Haia (sem estrutura) foram mencionadas.

 

Mês da Mobilidade
Grupo aprovou participação na atividade junto ao Periferia Invisível, dia 11 em Ermelino Matarazzo. Leo ficou de contatar o Bike Anjo para participar com EBA. Ideia de uma arte de camiseta: “sou ciclista da leste”. Bike Zona Leste entra como co-realizador. Falar com o João Binotti que pode mobilizar gente, já que está mais próximo. Meta é fazer cartões para distribuir nessa atividade.

 

Outros temas
O grupo aprovou o vídeo para eleições, a ser feito com a Marcia Fernog e algum dos homens ciclistas que atravessam para o centro via Radial (Fernando ou Magrão, entre os presentes). Assunto não tratado, mas importante para futuros debates: a potencialização das ruas abertas.

Indicada uma nova reunião no final de outubro/ começo de novembro.

 

Reuniao BikeZL2