'É questão de preservação da vida dos ciclistas', diz ativista sobre ciclovias

DE SÃO PAULO

O diretor da CicloCidade (Associação dos Ciclistas de SP), Daniel Guth, afirma que as ciclovias trazem segurança aos ciclistas, independentemente de problemas pontuais. E diz que categoria reagirá à decisão com protestos e acompanhando a ação na Justiça.

Folha - Por que defender as ciclovias?

Daniel Guth - A infraestrutura [das ciclovias] garante segurança, garante conforto. Está aumentando o número de ciclistas pela contagem que a Ciclocidade faz. Como a Promotoria questiona a política pública para bicicletas a partir de problemas pontuais, que um tapa-buraco resolve? Pelo mesmo critério, podem fechar todas as ruas para os carros também, porque qualquer rua tem um monte de buraco.

Como a categoria reagirá?

Além da manifestação na Paulista, protocolamos uma petição solicitando a nossa entrada e de outras 20 entidades na ação civil, como assistentes no processo. Somos parte interessada e vamos nos defender. É uma questão de preservação da vida do ciclista, sem entrar num embate político-partidário.

 

Fonte: Jornal Folha de S.Paulo.